Como se vestir no inverno - Parte 4

, , 2 comments

Após a pausa para aproveitar o Veranico de Montreal,  enfim, chegamos a quarta parte do post sobre como se vestir no inverno e as dicas hoje são:

- Não compre nada antes, os materiais usados aqui, para o frio daqui, são diferentes, o que tiver de similar no Brasil custa muuuuuito caro.

- Existem promoções inacreditáveis nesse lugar. Para as roupas e acessório de inverno existe uma primeira promoção em outubro/novembro, depois tem outra promoção no Natal (boxing day) e depois outra promoção em janeiro/fevereiro. Essa última é quando mudam as roupas da estação, eles querem queimar os estoques e vedem tudo por preços inacreditáveis.

Mas então, agora que eu já sei o que vestir, onde comprar tudo isso?
Sim, sim, sim! Essa é uma grande questão. Antes da dificuldade de conseguir encontrar a bota ideal, a meia ideal, o casaco ideal, a luva ideal, até o talco ideal, eu acho que encontrar a loja onde vendesse tudo isso foi a maior dificuldade de fato. Por isso vou colocar aqui a lista com algumas lojas onde tudo isso pode ser encontrado, entre no site e veja o endereço da que ficar mais próxima de onde você estiver:

American Apparel - roupas e acessórios de inverno, roupas de baixo e meias;
Ardene - acessórios;
Atmosphere - roupas e acessórios de inverno, roupas de baixo, meias e calçados
Champs Sports - calçados
L'Equipeur (em inglês Mark's) - roupas e acessórios de inverno, roupas de baixo, meias e calçados
Foot Locker - calçados
Globo - calçados
L'Aubainerie - roupas e acessórios de inverno, roupas de baixo, meias e alguns calçados
La Cordée -  roupas e acessórios de inverno, roupas de baixo, meias e calçados
Manteaux-Manteaux - roupas de inverno
Mountain Equipment Co-op - roupas e acessórios de inverno, roupas de baixo, meias e calçados
Old Navy - roupas e acessórios de inverno
Sears - loja de departamentos
Simons - loja de departamentos
Sport Export - roupas e acessórios de inverno, roupas de baixo, meias e calçados
The Bay - roupas e acessórios de inverno
Winners - lojas de departamentos
Walmart - mais loja de departamentos do que supermercado, com roupas, meias e alguns calçados

obs.: alguns sites disponibilizam a versão online ou em pdf do folheto das promoções da semana. Já dá pra ter uma ideia de $$$.

Lembra que eu disse lá na primeira parte do post que até agora não tinha conseguido definir qual era a melhor opção? Pois é, o que acontece é que a gente lê muito, pesquisa muito, mas na hora do vamos ver, tem que ir se adaptando, porque nosso metabolismo reage de forma diferente ao frio. Até a nossa alimentação precisa mudar durante inverno. O que funciona pra um, pode não funcionar com o outro.

O que eu pude perceber nos meu dois invernos canadenses foi que a gente vai se acostumando (ou vai ficando mais tolerante) com o frio. Quando a gente chegou o frio era castigante, agora a gente já suporta muito mais e inclusive compreende completamente aqueles que num primeiro sinal de sol numa temperatura positiva já vai pra um gramado amarelado se esquentar igual a um lagarto.

O que eu aprendi no final de tudo é que frio cada um sente de um jeito diferente. Tem gente normal, que vestido adequadamente sobrevive ao inverno, tem aqueles tão acostumados que nem usam underwear pra ir trabalhar, tem aqueles que se vestem como quem vai subir o Monte Everest pra ir ali no mercado e existem também seres que, no auge do inverno (-26 graus com vento), usam mini saia com meia-calça pra ir, digamos, passear... mas claro que nesse último caso deve se tratar de um ser humano que está mor-ren-do de frio mas que em nome da... beleza... faz esse pequeno sacrifício... rssss.

Tá achando que acabou? Na-na-nam, deixei a melhor parte para final, mas claro que vou fazer um suspense e colocar um... 

to be continued...

2 comentários:

  1. Olha, estão muito bons os posts...
    Dá uma vontade louca de chegar logo aí e começar a sentir o friozãooo...
    Mas, vamos vivendo ao estress do Rio.
    Abçss

    ResponderExcluir
  2. para o imigrante sem grana, nao esqueça das maravilhosas friperies como as lojas l'armé du salut, renaissance e village des valeurs
    :-)
    até hoje compro em friperies, é uma atitude ecologica, barata e que favoriza a reinclusao social :-)

    (com 100CAD eu faço a maior festa!)

    Gabi

    ResponderExcluir